JUNTAR FORÇAS POR GRÂNDOLA

Setembro 18 2010

 

APITOS E AFLAITAS

( O CIRCO DO COSTUME)

Nesta procissão já desfilaram a Feira das Vaidades, o PortugalArte, o Espelho d'água, as rotundas enfeitadas (feitas e desfeitas numerosas vezes), luzinhas nos pinheiros, Bailaricos de Verão, Cumprimentos à esquerda e à direita, sendo estes últimos em grande escala, enfim, tudo passou.

O que ficou?

Ficaram os desempregados, a fome envergonhada que leva as pessoas no escuro das madrugadas a vasculhar os caixotes do lixo, os parques infantis que não cumprem qualquer legislação, O Centro de Saúde em regime intermitente, a continuação do pagamento do estacionamento nas praias, as casas abandonadas que constituem um perigo para a saúde pública sem que sejam alvo de pareceres de ordem sanitária, etc.

Ora soubemos de um parecer dessa índole interditando a escola primária do Lousal e questionamo-nos: de onde? Porquê? Para quê? Esta última questão é que dói: Para que serve esta interdição? A Quem serve? Mistérios... entretanto lá andam as criancinhas do Cento Comunitário para a Tele-Escola em obras e vice-versa , numa roda viva de comunicados sem fim, nem utilidade.

Entretanto, canta-se o faduncho nas tascas, cofia-se os bigodes e palmadinhas nas costas, surgem “Avenças” para os amigos em prol de... de quê mesmo? Vamos presumir que é a Cultura. Muito bem. Assim sendo relembramos que um dos Direitos da Criança é o Direito a uma Educação Condigna e Gratuita. Do “gratuita” nem falamos já. Todos sabemos quanto custa este “grátis”.

Já agora, as criancinhas de Azinheira de Barros também têm um ensino peripatético? Andar de um lado para o outro é bom e o coração agradece.

É que para ser a mulher de César, não basta sê-lo, há que parecê-lo também, Srs. Presidentes de Câmara e de Junta.

Pois... lá vamos nesta carneirada no meio de muitos Apitos e Aflaitas, mas e o povo pá?

A malta é jovem, mas a malta não dorme.

Entre um presidente e outro existem cumplicidades, mistérios, obscuridades. Não nos admiraríamos de um dia pela manhã, na névoa matinal, vissemos surgir um D.sebastião de farfalhudo bigode, espada alçada na mão, em pleno largo dos Correios.

Ou quiçá, uma rainha D.Isabel deixando cair do seu manto, bolos para os esfomeados: é a velha máxima da revolução Francesa - o povo não tem pão? Pois então que coma bolos! E assim foi a coitada decapitada...

É que isto já começa a parecer uma decapitação política a todos os níveis, sobretudo ao do descaramento.

Com um circo destes montado ainda falam mal das Raves...

 

Pelo Bloco de Esquerda de Grândola

Josefina Batista

publicado por Bloco Grandola às 22:14
|  O que é? | favorito

Um Blogue do Bloco de Esquerda de Grândola atento ao Mundo
mais sobre mim
Setembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


pesquisar
 
NOSSO EMAIL
blocograndola@gmail.com
ESTÀS A OUVIR
VENHAM MAIS CINCO
VENHAM MAIS CINCO
subscrever feeds
blogs SAPO