“Mar encapelado”

Heróis do mar, nobre povo
Andas mas é todo enrolado
Tens que inventar hino novo
Melhor que o hino, um fado

Andam a vender-te a retalho
Estes vendilhões de ilusões
Vais ficar feito num frangalho
Ficas à mercê dos vilões...

Pobre povo, mar encapelado
Será a letra desta tua canção
Que não quer ver-te enganado

Tão pouco manter-te na ilusão
Teu novo destino será marcado
Por outro estilo de navegação.
Anónimo a 13 de Dezembro de 2010 às 21:33

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.